ALBUM REVIEW #05: AOA – Good Luck (16.05.2016)

Nesses últimos dias saiu muita baladinha irrelevante na minha vida, que eu ouvia e 10 segundos depois esquecia, e todas elas foram ofuscadas pelos hinos perigosos que vazaram ontem a mulher Ariana Grande lançou. Então acho mais prático fazer review sobre o último álbum que eu lembro do que forçar post para baladinha qualquer. Logo, segue o review do último EP que AOA lançou essa semana, Good Luck. Ele é chocantemente bom e quebra o fato de AOA só prestar nos singles e não ter album tracks que prestassem, então não dá para deixar esse fato passar em branco né?! Segue review.

Artista: AOA
Álbum: Good Luck
Lançamento: 16/05/2016
País: Coreia do Sul
Nota do blog: 72/100 (Bom/Ótimo)
Ouça aqui: Clica nesse link do Spotify, seus lindos

O ÁLBUM

AOA sempre foi um grupo que eu curtia os singles (Uns bem mais que outros) e baixava os minis sem expectativa, porque eles não eram lá essas coisas (O melhorzinho é o Heart Attack, mas ele é regular no máximo). Então ouvir Good Luck e se chocar em um álbum que tem boas faixas e que funcionam com o álbum foi meio que chocante, então ele funciona na discografia do AOA como Alone funciona na discografia do SISTAR, sendo os únicos álbuns realmente aproveitáveis no meio de duas discografias que simplesmente não funcionam. Outro ponto que funciona para as músicas do Good Luck é em como elas seguem essa linha de músicas para se ouvir na praia/ilha/insira seu local paradisíaco aqui. São músicas de verão boas e todas juntas em um único EP, sendo que poderiam ser singles de verão na Coreia tranquilamente nas mãos de outros girlgroups, então AOA fazer isso em um álbum já faz de Good Luck o melhor lançamento de verão do ano (Mesmo que estejamos em maio e provavelmente alguma flopada por aí vai lançar uma música melhor, o EP vai ser imbatível no verão).

FAIXA A FAIXA

O EP começa com a faixa título, e como já disse antes, é a farofa derivativa que cola com elas lançando todo ano. Muda produtor mas não muda a farofa. Como os pop/dance de AOA sempre funcionam comigo e essa não foi exceção, do que eu vou reclamar? Perder os vícios que o grupo tinha nas produções do Brave Sound foi uma boa para elas, que conseguiram renovar seu som sem perder as características que AOA possui. Poderia ter um refrão mais explosivo? Poderia, mas nada que prejudique algo no fim do dia.

10 Seconds segue o álbum sendo a faixa sensual que todo girlgroup parece ter em todo álbum, mas a impressão que tenho é de ouvir uma faixa descartada do E•MO•TION ao invés de midtempo sensual. Talvez seja a maneira que os vocais foram gravados/processados aí ou o instrumental do refrão, mas no fim de tudo é uma faixa gostosa e um acerto na discografia do K-pop, embora não seja lá muito relevante se for levar o K-pop como um todo, diferente de Cherry Pop, que é uma das melhores músicas do K-pop 2k16. Essas músicas que parecem ser extraídas de alguma rádio do Hawaii são pouco tentadas no K-pop, e AOA fez disso uma vantagem para elas, com tudo sendo ótimo aqui. Desde o instrumental, os vocais, o rap da Jimin não sendo esquecível, a bridge, a vibe que tenho ouvindo Cherry Pop, é tudo muito gostoso de ouvir e muito bom. Espero que elas usem de Follow up para Good Luck (O que acho meio difícil, já que mataram com isso usando 2 conceitos para o meio de semana e o fim de semana logo de uma vez, mas fica a torcida).

Crazy Boy é outra ótima faixa do álbum, com o violão sendo bem mais evidenciado/destacado e a música parecer ser mais acelerada do que o resto do álbum. O único problema que tenho com a faixa é no refrão, que parece um longo pré-refrão. Eu escuto ele achando que o ápice vem logo a seguir e acaba que ele é o ápice, o que torna tudo meio broxante, mas mesmo assim gostei de ouvir. O álbum se encerra com a baladinha “Still Falls The Rain”, que é melhor que as baladinhas convencionais/fillers que todo santo álbum de K-pop tem a obrigação de inserir, mas nada que me faça amar tanto isso aí.

VALE A PENA OUVIR?

Vale até para conhecer todo o potencial que AOA pode mostrar hoje. Como a FNC não gosta muito de lançar coisas mais ousadas ou arriscadas, é bem provável que elas não lancem um EP/Álbum tão bom quanto Good Luck (Pelo menos para mim). Então mesmo que você não goste de AOA, dê uma chance pelo menos para esse álbum. Se ainda assim nenhuma música colar com você, é porque AOA não está destinado para sua vida. Só torço para mais bons álbuns do grupo, já que o 1º demorou 4 anos né.

Ah, conforme os reviews forem surgindo, eu vou atualizar essa tabela com os álbuns que eu ouvi de 2016 e minhas respectivas notas para eles. Tem álbuns que eu não fiz review mas tem nota, meio que uma forma mais fácil de vocês já terem ideia do quanto eu gostei do álbum, mas isso não impede vocês de pedirem review escrita, de qualquer forma. Se o álbum não está aí nessa lista, é porque eu ainda não escutei. Ou não lembro do que escutei dele. Ou simplesmente não faço questão de ouvir.

3

Anúncios

10 comments

  1. Cara, até Like a Cat eu baixei os minis do AOA, mas como esse último era bem qualquer coisa (sim, acho Cabelo Curto melhor como um todo), nem liguei pra Ataque Cardíaco (quase nem liguei pro single, pra falar a verdade). Mas como esse review foi favorável, talvez eu dê uma passadinha lá no K2N (coisa que não faço faz tempo) e compre.
    PS1.: Pô, Act 7 bem que poderia dar um oi e estar no ótimo/Perfeito, hein?
    PS2.: Não vai falar do Odekake Summer da Mito?

    Liked by 1 person

  2. A nota do The Velvet hahahaha
    Gostei de Good Luck também, já ganha pontos só por não estar sofrível como a maioria dos mini de verão que eu já ouvi (tchauzinho Sistar). Good Luck tá no repeat até hj, apesar de eu ter enjoado um pouco dela. 10 Seconds é de longe minha favorita (não resisto a pop 80s a la E•MO•TION / Reboot). Não achei Cherry Pop tão estelar assim (só me lembro dos versos de rap da Jimin), mas vou ouvir novamente com o coração aberto dessa vez rsrsrs. Crazy Boy também é bem agradável, principalmente o instrumental. Única coisa esquecível do mini pra mim foi a baladinha do final. Ainda assim, AOA conseguiu lançar um trabalho bem consistente, que fica mais impactante só pelo fato da discografia delas ser pobrinha de b-sides boas. Perto do Good Luck esse ano pra mim só o Sting do Stellar e o Act 7 do 4Minute (que também é bem sólido, se esquecermos Hate claro…)

    Liked by 1 person

  3. Esse mini já to como um dos melhores do ano pra mim ❤ só fiquei meio chateada que esse é o álbum que me introduziu na discografia das gatas e nem todo mundo teve linhas o suficiente? Mas é né , se ta bom eu não vo procurar pelo em ovo até pq esse ovo ta em falta 😞
    Ps: Sempre vejo gente falando desse tal charisma.com mas só lembro de ter ouvido hate (acho q é esse o nome) acho q vo dar uma chance :/

    Liked by 1 person

  4. Eu fiquei muito surpreso com esse EP sendo bom também, a melhores pra mim foram good luck e 10 seconds com certeza. Ta no meu top melhores albuns de kpop 2016 so far.
    E tu gostou tanto assim do aidoro c? poxa. Eu tinha baixado so pra ter subliminal diet mas nem dei bola pra ouvir o album todo, fiquei curioso agora.

    Liked by 1 person

  5. Eu não gostei muito desse EP não, só salva a maravilhosa 10 Seconds e a morna Good Luck, de resto… As músicas resto, ainda preciso me desintoxicar dos Heys e dos Ah Yeahs.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s