Song Jieun evita baladinha acústica e processos judiciais com “Bobby Doll”

Song Jieun retomou sua carreira solo com seu 2º mini-álbum “Bobby Doll”, enterrando de vez todos os fãs de Secret que ainda acreditavam que a TS ia arranjar renovação mês que vem com um comeback maravilhoso e chocante. Quando a TS anunciou que a música seria “Acústica e bem diferente de 25”, imaginei que seria um baladão mais próximo ao que ela já tinha feito com False Hope lá em 2014, mas as prévias de Bobby Doll já fizeram questão de desmentir isso, e agora com o MV em mãos, Jieun mostra que vai seguir mais fiel com a imagem pop mesmo:

A música realmente é mais instrumentada e menos eletrônica do que Jieun lançou no mini passado, mas a música é um pop acústico que me agrada muito, mas peca no fator de replay, e por mais que eu goste de “Bobby Doll”, também não sou tão cego assim a achar que vá agradar de cara a todos com essa canção. Agora que ela deve seguir como solista (Só um plot twist pavoroso da TS anunciando comeback do Secret para provar o contrário) é interessante ver que ela continua mantendo um padrão de qualidade experimentando vários gêneros (Indo desde baladas sofrência na guitarra e piano até esse pop no violão atual, passando por baladinha acústica e K-pop em sua boa forma), basicamente unindo o que fazia de melhor no Secret com o que é agradável para ela. Agradável, no caso, é ter uma oportunidade de mostrar um vocal mais consistente que as amigas de grupo.

Se Jieun, mesmo com o ótimo vocal, não chamava tanta atenção nos comebacks por motivos de Jun HyoSeong neles, sozinha você consegue prestar atenção nos dois fatores: No fato dela ser uma boa cantora e segurar bem a faixa sem precisar arranjar uns vícios vocais que quase toda main vocal no K-pop tem, como high notes e extensões exageradas (Embora ela use isso nas baladas, mas pelo menos nas faixas pop ela está evitando, o que deixa a coisa toda mais harmônica considerando que o instrumental não pede por um vocal tão estrondoso assim), e também no vídeo, no qual não tem Hyosung focando sua vida e dá uma chance para Jieun brilhar visualmente também.

Mas é aí também que você que Jieun não chama tanta atenção assim no vídeo. O MV em si é bem interessante, retratando como Jieun era controlada pelo CEO da TS na época do Secret como se fosse uma Barbie Doll (Ou Bobby Doll, para evitar processos por uso indevido da marca/nome e essas coisas), até que então ela acha uma saída para se sentir livre e desimpedida, que era o contrato com a TS terminando e ela finalmente se sentindo feliz, até que o CEO joga a carta do “Vou te dar um solo se você renovar comigo”, ela reluta forte gritando “Não quero, é tudo ilusão” mas acaba voltando a toda a submissão e controle do seu chefe de novo.

O porém é que Jieun não chama a minha atenção para ela. Por mais que a cara de nada que ela mantém o vídeo inteiro faça parte do conceito da música/vídeo, falta alguma coisa nele que me faça querer ver de novo. A figura da Jieun talvez não seja tão interessante para mim em vídeo quanto em vocal/música, e acaba que eu prefiro ouvir Bobby Doll sem o vídeo. O MV é ótimo, mas não me prendeu.

“Bobby Doll”, no geral, é um comeback de muito bom, mas também pouco catchy. Não dá para negar que ficou um negócio muito bem produzido e mantendo a coisa classuda/comportada própria da carreira da Jieun (Diferente da colega de Secret que teve uma carreira bem mais sensual), mas nem toda ótima produção é sinal de que será algo popular. A música já é um dos meus vícios, mas não quer dizer que será um dos seus.

Anúncios

9 comments

  1. E eu que achei que so tinham romanizado errado mesmo o nome, nem tinha pensado no copyright. A musica é legal e ela canta bem, mas foi o que você disse, ela não me chama a atencao pra ver o mv ou até procurar um stage depois. A musica funciona sozinha e o complemento acaba que diminui a experiência. Dougie, não sei se voce viu o comeback do infinite, mas tanto a title quanto o mini estão muito bons, compensa dar uma conferida.

    Liked by 1 person

      1. eu nem presto atenção em clipes depois de 10 segundos, então vi isso, parece que vou ter que assistir de novo, mas sério, da uma chance pro mini que tá bom demais, se não baixar pelo menos escute air e zero no youtube mesmo, que pra mim ta as melhores

        Gostar

  2. Sobre o Bobby Doll, a propria Jieun confirmou que eh uma referencia a Barbie. Quando o MV saiu eu nao consegui formar uma opiniao, mas algumas partes da musica ja estao na minha cabeca. Eu gostei do MV, nada exagerado, mas eh bonito. Tem um tema levemente dark que me lembrou Don’t look at me like that. Enquanto 25 me ganhou de cara, essa levou um pouquinho mais, mas eu gostei. Nao ouvi o mini todo ainda, mas parece que ta cheio de balada.
    Sobre as expressoes dela, sempre achei as integrantes do Secret meio sem expressao, sendo Sunhwa talvez a excessao. Inclusive ja vi secrettime (?) reclamando que as dancarinas acabam ofuscando as integrantes em certos momentos. Hyosung eh ainda menos expressiva que Jieun, acho que eh pra manter a imagem sexy, talvez inseguranca por causa dos comentarios que ela recebe sobre o sorriso e a gengiva e tal. Ela nao move um musculo da face mais, nem em MV e nem em fotos.
    Sobre a Jieun ficar apagada no grupo, eh engracado pq quando eu conheci o Secret, Hyosung era minha favorita e depois de um tempo Jieun roubou minha atencao. Acho que tenho uma tendencia a preferir main vocal, nao sei.

    Liked by 1 person

    1. A Jieun só começou a chamar minha atenção nos solos mesmo, ela consegue ser mais interessante nas músicas solo do que nos vídeos tanto solo quanto no Secret.
      E sim, o mini é cheio de baladas, mas não achei tão cansativo de ouvir não. Ele é bem gostosinho de ouvir

      Gostar

    2. Hyosung não é mais insegura com o seu corpo e percebeu que se importar com comentários negativos é perda de tempo (ela se importava mais em 2012~2013). Agora ela está focada em fazer música (e como ser mais gostosa a cada dia, se isso for possível kkk).

      Hoje, se você perguntar pra Hyosung qual é o ponto do charme dela, a resposta será o sorriso (mostrando a gengiva, ela falou isso numa entrevista e concordo plenamente).

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s