BTS não colou comigo com “Blood, Sweat & Tears”, mas o esforço em fazer algo diferente foi válido

Parte da fanbase do BTS é um saco. Tão insuportável que consegue fazer muita gente nem tentar dar uma chance para o grupo, inclusive eu na minha época em que acompanhava fielmente comentários de twitters e facebooks de kpoppers daqui, então quando parei de rir muito dessa parte da fanbase pagando micos gratuitos quase que diariamente, eu até me peguei curioso para ouvir o que eles trariam nesse comeback. Quando falo parte da fanbase, é porque se eu falo somente A FANBASE é bem capaz de vir meio mundo me xingando através de outros meio falando “Nem toda Army é assim”, “Pare de julgar a fanbase toda só por causa de uns idiotas”, e essas coisas que, honestamente, se forem pra pegar raiva por conta de opinião alheia eu prefiro que seja por conta de ter achado “Blood, Sweat e Tears” bem meia boca:

Esse ritmo de Tropical House feat. Reggaeton vindo diretamente do Purpose (Só faltou uns “uh uh uh uh” para isso aí ser uma Sorry com sintetizadores mais pesados) definitivamente não combinou com os vocais mais graves que aparentemente quase todos os integrantes possuem (Uma das razões pela qual isso colou com os gemidos e inconstâncias de timbre de Justin Bieber). Logo, a melhor parte dela fica sendo a que algum deles gemendo/sussurrando bem agudinho nos refrões disso (Creio eu que seja refrão né). Nada que eu aprove, mas pelo menos tirou um pouco a imagem de “Boyband básica que a fanbase superestima como se fosse a nova revolução ARTPOP” , afinal não é todo dia que aparece uma boyband coreana com ritmo caribenho nos nossos ouvidos, e isso já é um ponto fora do pacotão básico de comebacks de boybands coreanas. Isso falando de música, porque o MV instrospectivo trabalhado em fanservice continua mais forte do que nunca aqui. Aprecio o esforço, mas assim como o esforço da Ailee, ficou faltando mesmo assim (Nessa comparação, BTS ainda consegue ser mais interessante, mas no resultado final senti a mesma coisa).

A coreografia agarra piroca também está presente

Claro que lindo mesmo vai ser se esse ritmo se tornar a nova tendência entre as boybands coreanas, pois aí qualquer comparação com BTS vai ser um festival de fandoms ofendidos por simplesmente apontarem que seus oppas tem uma referência recente, como já aconteceu antes. É sério, eu não entendo essa obsessão em vender o fave como a mente genial mais criativa e original da história (Talvez porque minhas faves são acusadas anualmente de plágio ou coisa do tipo e fico sem entender o povo que quer que o pessoal reinvente a roda todo ano, masok), porque é claro que todo mundo só está ali seguindo a tendência e só torcem para colar com todo mundo. Sendo mais óbvio, a cobrança exagerada está até em todo mundo gostar da música pois, caso contrário, você é UM RECALCADO QUE NÃO SABE DISTINGUIR A MÚSICA BOA QUE OS OPPARS FIZERAM E SÓ ESTÁ FALANDO ISSO PORQUE QUERIA TER O DINHEIRO DELES MAS É UM FRACASSADO. E aí é a parte que eu fico chocado e começo a rir, pois nem eu tentando enfiar FRI.SAT.SUN guela abaixo tenho tanta autocobrança.

Swagging smoke badboys niggah

Voltando ao comeback, eu nem sei o que cobrar aqui porque, como disse, nem acompanho o grupo direito. A falta de exposição ao fandom me fez sentir curioso em ouvir se valia o praise todo, pois eu ouvia as músicas mas as ARMYs desgastavam demaaais os comebacks, e depois disso eu continuo achando eles superestimados, mas não acho eles totalmente básicos (O que já é melhor que outras boybands que parecem usar demos de colegas o tempo todo para suas title tracks). Just One Day segue sendo a melhor coisa que ouvi deles, mas Sangue Suor e Lágrimas ainda é um quebra galho legal. A real é que acho que nunca vou criar expectativa para o que BTS possa fazer, o que é ótimo pois qualquer boa surpresa é bem vinda, e qualquer coisa que não colar comigo feito esse comeback é só ouvir umas vezes e voltar para as faves que realmente fazem meus dias melhores. “Voltar para as faves que realmente fazem meus dias melhores” seja o sentimento das Armys com esse comeback, mas espero que elas entendam que não foi o meu.

Anúncios

13 comments

  1. sou army e fiquei feliz com a sua crítica. eu não gostei muito da faixa título também. achei tecno brega demais, sei lá. assim como também não gostei de Fire mas como amo esses seres, acabei aprendendo a gostar. Mas também entendo o lado deles, de ser comercial e mirar no que vende. Espero que um dia você possa dar uma chance pra outras tracks desse ou de outro álbum deles, que não sejam as título. Elas, na maioria das vezes, são as melhores ❤

    PS: ARMYS, vamos respeitar opinião alheia, okay. Ninguém é obrigado a gostar de BTS assim como de nenhum outro grupo.

    Liked by 1 person

      1. Se alguém ta começando à escutar Bts eu recomendo o The Most Beatifull Moment in Life Part 2, mas esse Wings que eles lançaram agora tem mais baladinha/mid-tempo, então talvez tu acabe gostando mais dele caso o que te faça deixar de gostar do Bts seja o estilo mais agressivo dos rappers (e das farofas).

        Gostar

  2. Eu acho Just One Day tão básica… quer dizer, o rap é gostosinho, o refrão e os vocais também, e só… sempre achei que falta impacto nessa música, mas hora ou outra alguém aparece dizendo que é uma das melhores músicas deles. @_@
    E eu to surpreso que tu fez um post pra eles, mesmo dando pouca importância pro grupo. Eu sou fã do BTS, apesar de não costumar me indentificar como army pra que não tenham a impressão de que eu sou um louco possesso e tals, e é bem tenso quando eles lançam algo mais ou menos que você podia curtir na boa, mas ai o fandom inteiro passa a jogar a música na sua cara e você pega trauma. Eu tive isso com Fire, apesar de estar me acostumando com ela agora. @_@
    Aliás, aproveitando a deixa, tu já fez post sobre algum comeback que tu tenha dado zero de importância só pra ganhar mais views? Eu pergunto isso porque é uma coisa que eu possivelmente faria se tivesse um blog, só pela tentação. :v

    Liked by 1 person

    1. Respondendo a pergunta, acho que a última vez que fiz isso foi comentando NCT Dream, interesse 0 e relevância 0 na questão de música. Mas devo ter comentado mais comebacks sem ligar de fato para eles mais para o início do blog

      Mas não tem muito segredo para se ter mais views em um blog de K-pop/Asian Pop, geralmente é só falar que não gostou de boyband (Nem precisa meter o pau tanto) ou então destrinchar cada detalhe dos disbands que acontecem por aí que você já consegue um número de views maior, independente se de fato isso te interessa ou não

      Gostar

  3. Também nem entendi a rasgação de seda dos outros com isso aí, nos comentários do YouTube só faltavam a arrancar os cabelos por isso 😒 ponto pra eles que nadaram contra a maré das boybands, mas isso não salva. Pra mim as vozes nem casaram com esse ritmo e aquele feioso gritando money money( nem sei se era isso) foi um ranger de dentes e vergonha alheia. E a coreografia super sem graça
    Algum tempo tentei gostar do grupo, as músicas não colavam comigo a me fazer baixar e ouvir várias vezes enquanto varro a casa, mas o motivo principal também é o câncer que o fandom deles são inclusive peguei briga com uma guria e me fez passar longe.

    Liked by 1 person

    1. Eu nem tenho conflito com alguma Army em específico, mesmo que tenha dado altas risadas com os micos de várias eu não tive nenhum drama mexicano pessoal com alguma delas. Até fiquei surpreso porque só foi eu deixar de dar atenção pra esse povo que me peguei interessado nesse comeback só pra ver se era tudo isso mesmo

      Gostar

  4. A marca BTS é tão saturada que não me da vontade nenhuma de ver qualquer coisa sobre eles também, armies tentando enfiar goela abaixo as coisas deles me criam uma certa aversao somada com eu naturalmente não gostar de boygroup, mas fui ouvir a musica porque odeio dizer que nao gosto das coisas sem conhecer e concordo plenamente com sua critica, o estilo tinha bastante potencial, mas conseguiram transformar um conceito musical em uma coisa bem basica. Por enquanto a unica coisa deles que me desceu mesmo foi Dope 😦

    Liked by 1 person

  5. Apesar de não ligar muito pra boygroup e não acompanhar o trabalho deles, eu arrisquei ouvir a nova música e achei legalzinha nada além disso, provavelmente irei esquecer da existência dela. Logo depois decidi dar uma olhadinha no álbum e apesar de tudo gostei de algumas músicas, principalmente “Lie”, o refrão é muito bom e é de longe a melhor música que já ouvi deles.

    Liked by 1 person

  6. O Álbum eo MV foram criados em cima de teorias que vem desde o debut. Que os mvs contam uma história complexa de amor,amizade, dramas da vida e suicídio. (Dizendo as army ). Confesso que gosto deles agora, sou army há um mês, se continuassem no ritmo hip hop /y soy rebelde cuando no sigo los demas/ thug life eu nem perderia meu tempo. E sim. Tem gente na fandom que sasinhora. Brigam entre si por coisas triviais. Ja ouvi dizer que é umas das piores fandom.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s