Acredito que a Cube debutou Pentagon numa forma de não ligarem muito para o provável fim do Beast

Eu fui perguntado (acho que) anteontem pelo Sowon Xiita nos comentários se já tinha feito posts apenas interessado em views para o blog. Mesmo que eu mentisse falando que esse blog sempre seguiu com o mantra de falar apenas de coisas relevantes para minha pessoa indie conceitual e ver se as mesmas se interessam naturalmente por elas, acontece que acaba não tendo muito segredo ter mais views para o meu ou qualquer outro blog de Asian Pop, sendo: Ou você fala de boygroup que possa estar trendando por aí (Geralmente postar que a música é uma bosta é um plus para aumentar view) ou você desossa os detalhes de algum disband que possa ser relevante para umas 10 pessoas (Que farão questão de propagar isso como se fosse o fim do mundo). Casualmente eu acabo comentando sobre alguma coisa do tipo, e a Cube essa semana fez questão de me dar pauta PARA OS DOIS CASOS, então fica meio irresistível não comentar:

O 2016 da Cube em si já está uma bela bosta né. Começou com o flop de 4minute culminando o disband do grupo, passando pela saída de G.NA da empresa para não ser ligada aos esquemas de prostituição que a cantora poderia estar envolvida (O que não adiantou porra nenhuma, pois foi criticada do mesmo jeito), Hyuna sozinha também não fez muito pela empresa e eles ainda insistem em manter CLC vivo daquele jeito. Tava faltando alguma coisa, e eles rapidamente preencheram esse vazio lançando a nova boyband coreana de 300 pessoas a emular Talk Dirty/Worth It na mesma semana em que foi noticiado que o contrato dos membros do Beast (Que já tinha sofrido uma baixa com a saída do menino Trouble Maker) está perto do fim e não há interesse nenhum dos membros em renovação.

Eu acredito que essa seja uma forma da Cube compensar o disband de um debutando outro no lugar. Tipo, “Olha, a má notícia é que não conseguimos renovar com os oppas mais velhos, mas a boa é que vamos debutar uns 10 oppas mais novos para vocês não ficarem tristinhos e continuar dando bastante money para a empresa”. Eu não sei se essa é a estratégia apropriada, afinal a Coreia parece ter ignorado esse debut como se fosse T-ara retornando pra Coreia, e a fanbase de Beast provavelmente continua preparando as velas para missa de sétimo dia e as foices para arrancar cabeças dentro da empresa. E do mesmo jeito que não muda a vida de quem está rezando para Beast, também não muda a vida de quem não estava nem aí para eles. Comigo, por exemplo, a coisa mais relevante deles foi Shock, uma música que eu achava ser do MBLAQ lá por volta de 2010/2011 mas acabei descobrindo que não.

Do mais, eu sempre vi Beast funcionando como um 4minute masculino em questão de nome: Era popular mas nem tão popular quanto os grupos masculinos que a SM/YG trendava na época, e ganhou internacionalmente um nome forte também (Mesmo que não tão forte quanto 4minute ganhou). Musicalmente nunca me interessou, então acabo sem saber muito se eles acabando gera algum impacto real para o K-pop. Foi malz se vocês esperavam um textão melódico igual ao disband do KARA a essa altura do post.

Agora a Cube tem: CLC (Coitadas), BTOB (zzzzz), uns solistas cantando algumas xaropadas e agora esse Pentagon, que debutou com uma música que tem lá seu fator de replay e, não vou mentir, tem até um beat que me agrade, mas essa “Gorilla” se perde tranquilamente nas outras 50 músicas parecidas que outros grupos já desovaram. É como se, pelo menos até aqui, mais uma boyband estivesse ali pra fazer volume e só. Bom, tomara que a Cube saia desse karma de 2016 da melhor forma possível, pois chegar a esse ponto depois ser cotada para derrubar a JYP no Big 3 há alguns anos chega a ser deprimente. Enfim, boa sorte né.

Anúncios

19 comments

    1. Eu consegui sentir mais simpatia pelo SF9 (talvez pq não foi ofuscado na minha rodinha de amigos por um comeback de BTS). Acho que a FNC foi bem esperta promovendo eles naquela dorama estilo Amor Doce da Mina, eu tenho os quatro protagonistas no meu coração só de lembrar dos episódios deles ajudando minha bias azarada nuns perrengues adolescentes clichês (é ainda mais engraçado pensando no quão novos eles são comparados com a Mina) e o reality deles é um negócio bem certinho, quando saiu o debut todos os meus amigos terminaram em um dia. Enfim, SF9 ganhou do Pentagon pelo timing.
      E assistam Click Your Heart que é uma delícia.

      Liked by 1 person

    2. Eu acho que acabei gostando mais desse debut do sf9, por que o instrumental ta mais catchy e no começo da música tem dois manos diferentes mandando uns raps cheio de pon pon pon e papapum (aham, sou fácil mermo), sem falar dos “panparê” do refrão, que eu não sei se é uma palavra coreana que eles romanizaram errado, ou se fanfare de fato existe e eles é que tão pronunciando errado, lol. @_@

      Liked by 1 person

  1. Realmente nao posso dizer que sinto pelo disband do Beast, assim como nao ligo para o debut desse grupo. O Beast tem umas musicas boas tipo Shadow e Fiction, mas nunca passou disso para mim.
    Engracado sua mencao ao MBLAQ pq os grupos era comparados na epoca do debut, antes de Beast ganhar mais fama e eu achava isso estranho, pois achava que os grupos eram mto diferentes. Ou talvez os boygroups da epoca fossem parecidos assim como os de agora e a gente so nota a semelhanca nos grupos novos pq tem tipo uns 200.

    Liked by 1 person

      1. Sim, em parte pq debutaram no mesmo ano. Viviam perguntando ao MBLAQ se viam o Beast como rival e tal. Ai eles davam aquela resposta padrao que eles sao os proprios rivais e tal. O trio so durou um mini e nao acho que volta. Deviam ter dado disband logo, tava na cara que isso nao ia dar em nada.
        Smoky Girl S2

        Liked by 1 person

  2. Jurei que iam achar esse debut do Pentagon uma bosta horrível, mas ok @_@ eu até que gostei, apesar de não se equiparar aos meus debuts de boybands preferidos de 2016 (no caso, as merdavilhosas Lollipop e Knock).
    To com pena pelo Beast, eles tem algumas músicas que eu curto muito como Fiction e Beautiful Night, mas eu nunca me interessei mesmo em ir atrás de álbuns e aprender a diferenciar integrantes e tals, na verdade eu acho que à essa altura do campeonato essa era a situação deles com todo mundo fora da Coréia, enfim. @_@
    Eu não vou mentir não, eu achava que nós estávamos salvos e mais nenhum grupo tinha chances de morrer faltando tao pouco pro fim do ano, triste. @_@

    Liked by 1 person

  3. E assim como 4Minute, BEAST era melhor que muita coisa que a SM/YG desovava/desova no mercado.
    Sobre esse debut do Pentágono, sinceramente me deu preguiça. Tô cansado desses conceitos oppa fodão (sério que isso ainda rende na Coréia?). Só não digo que a CUBE vai á falência (embora mereça) pq, se a DSP ainda não foi pro ralo, não vai ser o cubo que vai pedir concordata né?

    Liked by 1 person

  4. Cube poderia debutar a Jeon Soyeon com algumas gurias logo, vai que elas rendiam alguma coisa para a empresa, Soyeon foi razoavelmente bem em Produce 101 e recebeu vários elogios em Unpretty Rapstar, tomara que debutem ela logo em grupo no estilo do 4minute. #sdd4minute

    Sobre os guris que debutaram e os que provavelmente darão disband: mesmo não dando a mínima para boygroups, sempre torço que os grupos que fazem debut façam sucesso pq eles sofrem pra caramba pra conseguir debutar e sempre sinto pelos grupos que chegam ao fim pq eles também devem ter sofrido pra caramba, enfim, boa sorte pra todos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s