COMPARANDO ÁLBUNS #03: FEEL x _genic

Mais uma edição do COMPARANDO ÁLBUNS no ar, que por mais incrível que pareça está se mantendo um quadro semanal e atendendo as sugestões que foram postadas lá na 1ª edição. Na #02, por exemplo, foi atendendo os pedidos comparando os álbuns de 2NE1, e na #03 temos Namie Amuro sendo avaliada com seus 2 últimos álbuns de estúdio, FEEL e _genic, já que a demônia ainda não liberou o PV de Fighter no YouTube para eu comentar. Ambos os álbuns são aclamadíssimos por blogueiros e cidadãos comuns que adoram uma farofa yoki no churrasco mas, por algum motivo, não tem o mesmo praise da fanbase da cantora. Alguns motivos que eu lembro por agora e mais todo o desenrolar desse embate vocês poderão ver agora.

1

Muita gente que não gosta dos dois álbuns e não é afetado pelas rivalidades de J-véia sempre usa como argumento o fato deles serem a prova de que Namie se vendeu ao mainstream do Top 40 de seus devidos anos e, tanto FEEL quanto _genic, não terem a essência que a cantora possui e conseguiu transmitir em seus últimos singles (Principalmente Brighter Day e Mint). Mas aí eu me pergunto: Que caralho de sonoridade Namie possui para ser tão cobrada pela fanbase desse jeito? Pois a graça de acompanhar ela sempre foi o quão versátil e high profile ela poderia ser em seus álbuns sem ficar presa ao que lançava 10 anos atrás, podendo ser uma coisa maravilhosa (PAST<FUTURE) ou decepcionante (Uncontrolled), mas nunca algo esperado ou predictable. A Namie desse século nunca me pareceu uma artista de um único som ou de “criar tendência”, e sim de seguir a onda do que faz sucesso e fazer melhor que todo mundo. Além disso, ela está num ponto em que ela acerta em tudo quanto é gênero que aposta, então qual seria o problema?

FEEL e _genic são dois álbuns de uma cantora bem sucedida e segura do seu trabalho, que confia que vai se arriscar na sua discografia e trazer um trabalho sólido para seu público. Os dois álbuns trouxeram o EDM que vem bombando por aí, e fica até difícil apontar grandes diferenças de dois álbuns com propostas semelhantes, mas independente de preferências, são fáceis os melhores álbuns de 2013 e 2015, respectivamente. E é pela execução que Namie se mantém popular (Não adianta nada criar uma imagem e/ou som expressivos na carreira se só lançar troços inespecíficos). Essa mesma incógnita do que viria para ambos os álbuns está vindo para o atual futuro da cantora (Se bem que provavelmente venha algum tipo de coletânea de 25 anos de carreira), e vamos ver o que ela está reservando para nós em breve. Por agora, vamos analisar o que de tem de melhor no que ela lançou.

NO QUE FEEL LEVA VANTAGEM?

  • Os dois álbuns chamam a atenção por suas aberturas, mas “Alive” abrindo o FEEL é uma música ainda melhor que “Photogenic” abrindo o _genic.
  • O álbum tem muito jam. Namie estava com fogo no olhar ao fazer o FEEL, e ele tem muitas músicas fortes, viciantes e expressivas, no qual sozinhas já fazem várias maravilhosas bençãos em nossas vidas.
  • FEEL é um álbum mais recomendável para completos leigos em J-pop que se sentem estranhos ouvindo música no idioma do sol nascente, mas que provavelmente não vão notar o terror que é o engrish de cursinho de beco da Namie.
  • Graças ao Asian Mixtape vou ficar com a icônica referência de NAMIE VESTIDA DE GARIBALDO para sempre em minha mente, e isso veio do FEEL com o PV de Hands On Me.
  • Além disso, Hands On Me é uma das melhores músicas da carreira da Namie, e fica difícil até dela conseguir algo tão bom quanto mais pra frente.

  • O photobook e as capas do FEEL são mais bonitas que as do _genic.
  • Eu não passo raiva botando um “_” toda vez que vou escrever o nome do álbum.

NO QUE _GENIC LEVA VANTAGEM?

  • O material promocional do _genic no geral é mais interessante e criativo, o que compensa ele não ter tantas músicas da nação como FEEL possui. Você ter que enfiar o dedo no meio da tela para interagir com o vídeo de Golden Touch é maravilhoso.

  • What I Did For Love é um encerramento triunfal para o _genic (Mas aqui perde pontos por não ser algo originalmente feito pra ela)
  • No quesito “baladinha pra fazer cota” que os dois álbuns possuem, Anything vence tranquilamente de Let Me Let You Go.
  • Como álbum, _genic soa mais coeso e nivelado que o FEEL, o que ajuda muito se você quer ouvir um álbum na hora de lavar a louça sem precisar trocar de faixa.
  • Para quem tem muita frescura com pronúncia, no _genic o engrish da Namie está bem melhor.

O TOP 3 DO FEEL X O TOP 3 DO _GENIC

Hands On Me x Photogenic
Alive x Golden Touch
La La La x Stranger

*Em negrito as que ganharam por serem MELHORES que a rival*

As músicas fortes do FEEL são muito fortes mesmo, por isso o 3×0 aqui em cima do _genic. Mas só de ver que a maioria dessas faixas foram usadas para promover os álbuns mostra que Namie acerta até em escolher o que vai dar visibilidade pro álbum (Pelo menos comigo)

O BOTTOM 3 DO FEEL X O BOTTOM 3 DO _GENIC

Let Me Let You Go x B Who I Want 2 B
Can You Feel This Love x Space Invader
Big Boys Cry x Every Woman

*Em negrito as que ganharam por serem PIORES que a rival*

Em compensação o FEEL tem umas músicas bem meia-boca, enquanto o _genic quase não tem erros feito Let Me Let You Go ou Big Boys Cry aí.

QUEM GANHOU ESSA SUPER DIFÍCIL BATALHA, AFINAL?

É difícil até de apontar um vencedor, porque as propostas são parecidas e, no meu gosto, é um empate técnico entre os dois álbuns mais preciso que as pesquisas IBOPE/DATAFOLHA para prefeitura ou presidência. Então eu vou por dois critérios que eu achei mais influentes nesse caso: Devido a acessibilidade com o grande público e pela força que as melhores músicas dão ao álbum…

Resultado de imagem para Namie Amuro Heaven gif

PARABÉNS, FEEL!

Mas, sendo honesto, vocês podem baixar e ouvir os 2 álbuns sem medo nenhum, dois hinários maravilhosos que ninguém se arrepende de ouvir.

Anúncios

11 comments

  1. Eu lembro que fui um dos que indicou esses álbuns pro quadro. *-*
    Eu baixei eles tem pouco tempo e isso é basicamente tudo que eu ouvi da Namie até agora (aparentemente esse PAST>FUTURE é maravilhoso, ainda tenho que ouvir ele também @_@) mas foi uma ótima primeira impressão, porque eu imaginava que ela fosse uma cantora de ballads e/ou mid-tempos, e ver esses dois álbuns cheios de farofa foi uma ótima surpresa :v tanto que eu só criei coragem pra baixar eles depois que ouvi Stranger.
    E eu acho que o Feel ganha também, por mais que eu tenha ouvido poucas vezes o álbum completo eu fiquei com mais coisa no repeat, e eu tenho a impressão de que os destaques dele são mais “básicos”, sem nenhuma grande pretensão e tals, e acho que é por causa disso que eu gostei tanto. @_@

    Liked by 1 person

  2. Feel eh melhor por varios motivos, pode ter umas derrapadas, assim como o _genic tbm tem, mas as musicas boas do Feel (que nao sao poucas) fazem tudo valer muito a pena. O genic_ nao tem essa forca em relacao ao que se espera da Namie (ainda assim, melhor do que as coisas normalmente desovadas no kpop). Feel poderia ser colocado (e frequentemente eh) como um dos melhores da Namie juntamente com albuns como Play, PF e outros. _genic nao chega nem perto. Acho que o proprio processo de escolha das musicas diz alguma coisa, Namie so ouvia uns segundos da musica, se gostasse, ia pro _genic. Nao to dizendo que eh um album ruim, bem pelo contrario. Na minha opiniao, desses ultimos albuns mais EDM da Namie seria Feel>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>_genic>>>>>>Uncontrolled. Este ultimo tem boas musicas, mas nao eh nada coeso e tem umas coisas que derrapam feio (Hot Girls, por ex, as versoes em ingles desnecessarias). Alem disso, ja ta todo mundo cansado, ate mesmo pq tem sido muito repetido nas tours.

    Liked by 1 person

  3. Realmente, Feel ganha de _genic em vários aspectos, mas ainda assim é um álbum bem mediano se comparado a algumas pérolas da discografia da Namie, o que é muito triste o gráfico de decaimento dela, mas Namie é rainha, então um lançamento mediano dela já é melhor que 98% das tranqueiras do jpop em geral.

    Dougie você está ligado no 440 kV né? mal consigo acompanha as postagens, parabéns!

    Liked by 1 person

    1. Eu não acho Feel e _genic coisas medianas na discografia da Namie (Claro que não chega a ser PAST<FUTURE ou PLAY da vida, mas são ótimos rs)

      Eu tento manter 1 postagem por dia no blog (E consigo) aí vem umas pautas random que quero fazer post e quando vejo já parece que postei demais mesmo kkk Obrigado ❤

      Gostar

  4. PELO AMOR DE DEUS, FAZ UM DAS BIBLIAS DO KPOP: MODERN TIMES (com as faixas do epilogue, pfv, Friday e a outra que esqueci o nome são 40/40 na famitsu) E LAST FANTASY. Sou team MT, mas as vezes eu traio ele com o LF. O que os olhos nao veem o coração nao sente X3

    Compensou o erro com perfume dando a vitoria da namie pro disco qe merecia.
    FEEL é excelente e só perde pro Style e PastFuture.
    Genic tá no 2º escalão colado no first, junto de Queen of Hip Hop e Break the Rules @.@
    Lalala nao deveria estar no top3 e o mesmo pra BBC. Stardust In My Eyes >>>>
    Quanto ao genic… as 3 primeiras faixas sao minhas favoritas (e Photogenic bate Alive no meu coração), com a adição de Stranger e nos meus melhores dias Anything tbm. O restante é bom mas nao me empolgou como o FEEL por soarem mais do mesmo. O feat com a nojenta da Miku confesso que curti e dá um new ar, mas mesmo assim nao compensa tudo. De qualquer forma, Space Invader nao deveria estar ali.
    Como album, eu acho o FEEL um pouco melhor pq ele é mais redondo e linear sonoramente. O genic tem mais variedade e mesmo tendo batidão tem mais influencias. Se por um lado é bom pq difere uma musica da outra e elas ganham força por isso, por outro o FEEL mostra a força individual fazendo elas se destacarem em meio a um disco de sonoridade continua. Ainda assim, a tracklist oficial do genic é mais eficiente do que a do FEEL.

    Alias, alguem notou que este ano fazem 20 anos do debut solo da namie? O dance tracks nao vale pq é um compilation das super monkeys né não? O.o

    Alias Dougie, vc podia criar uma seção tipo “Baú da Vovó” né e fazer reviews ou comentar albuns antigos, tipo o Dance Tracks ou Original Tracks da Namie (Original >>>> abismo >>>> Dance), ou então o Distance -nem curto, mas é véio então tá valendo- (e sua acustica pra mtv) da utada, e pq não, o debut das snsd ou de f(x)? Podia ser quinzenal que nao ia pesar e nem atrapalhar as noticias 🙂

    DE NOVO, TE IMPLORO, FAÇA COM O MODERN TIMES E LAST FANTASY X3
    PS: f(x) com red light e 4 walls tbm são ótimas pedidas, e se tu curte j-rock então te imploro po um embate entre magic disk e landarmk do asian kung fu generatuion

    Gostar

  5. Os fãs da Namie não tem nada contra farofas, eles não curtem tanto esses álbuns por serem 95% em inglês. Se estão ouvindo Jpop é pk querem japonês, certo? Caso o contrário estariam escutando Britney Spears, Rihanna ou qualquer outra cantora pop ocidental. PS: Não entendi a comparação entre La La La e Stranger. La La La se parece mais com It ou Fky e Stranger compete melhor contra Heaven ou Supernatural Love.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s