Comentando um apanhado de nugus como ELRIS, A.C.E, FAKY, Hyoyeon e mais

Qual o melhor artifício para comentar sobre atos nugus que desovam música todo santo dia junto com atos mais relevantes mas que o ritmo do blogueiro não consegue acompanhar? Exatamente, a carta do pacotão nugu será acionada nesse momento comentando oito lançamentos que ocorreram nos últimos dias. Sem mais delongas, vamos primeiro a cota R&B do pacotão com o chocante retorno (Pra mim) do Rubber Soul:

RubberSoul – Love Is

Eu jurava que RubberSoul tinha acabado, mas aparentemente só chutaram alguma guria e voltaram como dupla para lançar “Love Is”. E enquanto você não perde nada não vendo o MV que é uma gravação de alguma viagem pela estrada em 1ª pessoa, o vídeo representa bem a faixa, que é daqueles R&B que você ouve em uma viagem descendo a serra para ter um momento de reflexão. O que eu curti de fato nessa faixa é que tem elementos no instrumental que não são tão utilizados assim até dentro do gênero delas, e a música acaba ganhando um brilho a mais por parecer ser algo atual de uma fórmula já batida no meio de 350 músicas com o mesmo propósito. Mas no fim do dia ela é daquelas que só ocuparia espaço no meu HD se eu baixasse porque eu esqueceria dela lá, mesmo que tenha gostado da faixa. Numa playlist apropriada, talvez, ela funcione melhor.

ELRIS – We, First

Por um momento eu tive esperança do solo da Sohee ser um indicativo de que o aegyo de ELRIS não seria tão basicão e igual a todos os outros… Mas enfim, né. O que dá pra tirar de proveitoso nisso é a própria música, que apesar de ser derivativa demais de outros aegyos aí, não achei tão esquecível quanto eu esperava. Talvez seja o fato de simpatizar com a Sohee e torcer para um reboot rápido do grupo para seguir a linha que funcionou em Spotlight? Provavelmente, mas não achei essa bomba toda que aparenta. O MV, bom, ultimamente você pode ver gurias fazendo aegyo e dançando bonitinho em lançamentos quase que semanalmente na Coreia, então vamos para o próximo.

A.C.E – Cactus

Depois do flood pesadíssimo de A.C.E no meu curious cat eu fui ver do que raios isso se tratava (Tá feliz, Vespaquita?) e não é que o negócio tá MUITO BOM? Segundo o Asian Junkie isso se trata de um sub-gênero da EDM chamado “Hardstyle”, do qual obviamente nunca ouvi falar, mas quem se importa com isso sendo que só estou esperando algum gênio encaixar a música nesse vídeo icônico aqui?

Obrigado, A.C.E, por ressuscitar os tempos de infância/pré-adolescência onde passava a tarde inteira ouvindo Energia 97 a energia da balada. Bons tempos, ótima música.

APRIL – Mayday / Lovesick

A DSP deve estar ganhando dinheiro pra caramba com as atividades internacionais do K.A.R.D (Não deve ser nem 3% do auge do KARA mas pelo menos tem dinheiro entrando agora) e deve ter pensado “Agora vou esbanjar”, então resolveu fazer dois MVs para APRIL, que não aconteceu em lugar nenhum e com muita razão. O que me chocou foi a DSP ter dado uma música boa para APRIL, para variar um pouco. Em “Mayday” os sintetizadores base estão ótimos junto com os wub wub, e a faixa ser mais acelerada deu uma vida a mais para a música, principalmente no refrão, que explode num ar animador e vibrante perto dos versos que causaram uma sensação de desespero (Positivamente falando) na faixa. Eu achei isso aí bem contagiante e a melhor faixa que eu já ouvi delas até aqui, para ser bem honesto.

É uma pena que Lovesick é muito chata e aquilo que a gente espera de April, né (Mr. Chu mal funciona com Apink, imagina uma releitura disso?). Mas tá, pelo menos acertaram em algo e vamos focar só em Mayday ser o mais novo hino aegyo da nação (Só que depois de tanta bomba duvido muito April acontecer e até o ano que vem a DSP não dê um fim nelas).

ASTRO – Baby

Esse instrumental e o MV funcionariam mulher com um girlgroup cantando/interpretando (Boygroup na Coreia fazendo aegyo fica mais tosco do que aegyo), mas eu também não achei isso aqui ruim não (Que porra está acontecendo para eu não odiar as faixas de boygroup como de costume? Só vai sobrar iKON para satisfazer meu ódio mesmo?). A música é gostosa demais para vocais masculinos tentando soar amistosos e adoraveis não matarem por completo, e o MV prova que todo mundo funciona com Rainbow Concept (Não melhor que o prórpio Rainbow quando usava isso, mas funciona). Só que é aquilo: Alguém liga pra ASTRO em pleno 2017? Sei lá, né, a impressão que tenho é que o pessoal ligava mais pra eles antes de debutarem do que agora.

FAKY – Someday We’ll Know

O revamped do FAKY finalmente renderá seu 1º lançamento físico, o EP “Unwrapped”, no dia 14, e para promover o EP temos a ótima “Someday We’ll Know” aí em cima, que já está disponível para download ilegal por aí. É bem compreensível FAKY estar ganhando algum buzz ocidental, pois elas lançam tudo que está em alta no momento e de um jeito melhor que a concorrência do nosso lado do globo. A Europa que adora umas músicas do gênero poderia fazer FAKY acontecer, né? A melhor parte desse lançamento sem dúvida é o refrão, que além de ser muito bom traz um contraste sonoramente lindo com os versos mais calmos e contidos, sendo explosivo na medida certa (Algo que não tem em Surrender).

HYOYEON – Wannabe (feat. San E)

Tudo nisso aqui é um grande impasse. O MV deixa na cara que a SM não estava afim de abrir a mão para Hyoyeon, mas até a SM economizando solta mais orçamento do que produções que tentam ser épicas sem orçamento, tipo Yezi ou Miso (que já é garantia de Top 10 de meio de ano se Junho não der um plot twist nesse ano). Só que enquanto os MVs delas funcionam justamente pela baixa verba, Hyoyeon só ficou num meio termo que não é legal, só… OK mesmo. A música segue a mesma linha, ela não é literalmente o troço badass exageradamente agressivo que funciona muito bem para rappers femininas, a faixa soa contida demais. Eu culparia o refrão totalmente nada a ver com o resto da música, mas o refrão também é bom (Ele só é completamente avulso) então… Bom, se fosse Koda Kumi cantando e sendo gostosa nisso com algum rapper avulso que ela acha nos becos de Tokyo aí eu provavelmente estaria amando e ralando o cu no chão, mas como é Hyoyeon feat. San E…

Yong Yong – Scribbling

Já esse cartão de entrada para Unpretty Rapstar 4 aí é mais um que está cotadíssimo a perdurar na minha playlist por uns meses aí. Eu estou amando essa enxurrada de solos femininos pagando de fodonas e/ou gostosas para contrastar com os girlgroups não largando do aegyo, mesmo que em alguns casos não funcionem tanto assim comigo. Esse não é o caso da Yong Yong, que abraçou o batidão da farofa nugu e resolveu botar uns papapum por cima sem muita invenção. É isso que funciona, e algumas aí poderiam estar se divertindo no meio desse povo mas estão presas em debuts americanos, infelizmente.

Anúncios

4 comments

  1. Achei bem chata essa musica do Elris, nao cheguei nem na metade. Da pra ver bem que a empresa ta planejando fazer Sohee acontecer, mas achei a tal da Bella mais bonita, nome apropriado.
    Tava resistindo ao tal do ACE, mas depois de ouvir tanta gente falando neles resolvi dar uma chance. Realmente ficou legal, so pelo fato de terem debutado com EDM ao inves de yolo swag ja valeu.
    MAYDAY foi a unica musica do April que eu ouvi ate o final, quando o refrao apareceu pela primeira vez achei meio deslocado, mas vejo isso funcionando bem. Eh impressao minha ou os grupos aegyo ta mudando o rumo para um aegyo nao tao bege e indo na rota do aegyo disfarcado estilo Twice (nao disse igual e nem que ta copiando)? Ja teve Gugudan, agora April. Pristin tbm soa parecido se a gente focar so na musica e esquecer do MV. Ainda to esperando um desses grupos lancar uma musica realmente fora do aegyo tipo Run Devil Run para o SNSD.
    Astro foi esquecivel. FAKY valeu pela musica e pela coreo/MV tbm. Pelo visto renovar o grupo deu certo.

    Gostar

  2. Eu geralmente prefiro ouvir girl group nugu, boy group é sempre decepcionante. Não gostei do Ace que todos falavam e não gostei também de Astro.
    Desses lançamentos o único que eu gostei foi Mayday, sério que Hyoyeon ganhou outro solo???
    Tanto artista da SM que aproveitaria melhor essa chance, enfim… Devem gostar muito dela lá dentro.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s