T-ara, E-Girls, Monsta X, NCT e outros atos asiáticos em mais um pacotão de comentários rápidos

Mais um pacotão na área, com diversos lançamentos dos mais diferentes sons para agradar a todos os gostos da nação, indo desde o mais puro K-pop até um reggae bem gostoso para dar uns tapas e aplaudir o sol, com exceção do comeback do Nine Muses que pretendo fazer um post solo. Vamos começar pela despedida do T-ara, que agora já não é mais despedida, pelo jeito:

T-ara – What’s My Name?

Agora que a carga emocional de fim do grupo meio que sumiu por conta delas estarem cotadíssimas para assinarem um contrato milionário na China, “What’s My Name?” perde a graça. A música não é lá muito comentável pois ela não tem muita pretensão (A melhor parte é o pós refrão mais forte nos “What’s My Name?”, mas tirando isso nada muito memorável), e o PV só vale pelas referências à Hwayoung e Ahreum Soyeon e Boram mesmo, pois o negócio está preguiçoso as fuck (Até por parte delas mesmas, que atingiram níveis Namie Amuro de caras de cu e falta de vontade). A história seria outra se a title track fosse a ótima Reload, mas What’s My Name? é só passável mesmo.

E-Girls – Love ☆ Queen

A line-up mais enxuta vai ajudar a destacar outras integrantes que não sejam as vocalistas e dar uma chance delas brilharem em cima de um monte de sorriso e carão, é uma pena que a música é bem fraquinha, né?! Não acho que essa nova vocal line vai funcionar tão bem assim no repertório do E-Girls, e o PV mal focou nelas cantando, sendo basicamente uma chance das avulsas brilharem ali. O PV é um ponto bem alto, aliás, sendo maravilhoso em todas as tomadas externas e efetivo nas escolhas de locação, mas a música acaba sendo só um upbeat bem bonitinho e basicão de verão que não vai colar comigo, embora esteja curioso para ver se o break no final do PV é de alguma outra faixa delas ou é só para encher linguiça ali mesmo (Duvido muito que faça parte da música).

NCT 127 – Cherry Bomb

Se eu comentar o que eu realmente achei desse troço aí é capaz de vir meia fanbase me encher o saco falando que é ódio gratuito e recalque em cima dos reis do kpop, e eu só me divirto com isso quando é a fanbase de iKON mesmo (Viu, iKONicas, eu amo vocês), então só deixo o link e vocês que coloquem suas audições em risco por conta própria. O que valeu nesse comeback é o nome da fanbase deles ser NCTzen, pois combina muito bem já que a diferença entre a fanbase de NCT e um netizen comum é quase que nula mesmo.

G-reyish – Johnny GoGo

Que tosquice divertidissima ❤ O vídeo é uma bomba e os visuais trot retrô delas não combinaram em nada com os cenários de verão (A ideia dos dois conceitos é legal separadamente, mas juntas do jeito que fizeram não ficou bom não), mas o pop com pegada trot na música inteira funciona e deixa tudo gostoso demais de ouvir. Meio que uma prima pobre de Roly Poly do T-ara ou Funny Hunny do Orange Caramel, mas uma prima pobre divertida e confiante de que é gostosa.

Monsta X – Shine Forever

Muito bom a Starship já deixando o enterro do SISTAR para trás já emplacando o comeback do Cosmic Girls, esse reckpage do Monsta X e uma collab da Hyolyn com a Kisum ainda para esse mês, viu?! Não dá para chorar pra sempre. E nem achei essa Shine Forever ruim não, é uma farofa que não funciona despretensiosamente mas, sei lá, isso sem dúvida deve ser trilha para esses dance covers de K-pop por aí, pois esses grupos adoram uma farofa dessas para mostrar todas as suas habilidades e tal. O problema, mais uma vez, é que é muito conceito para eu ter paciência com o MV. Quando/Se eles simplificarem as coisas no próximo comeback eu vá com um pouco mais de amor assistir.

G.E.M – Peach Blossom Promise

Peach Blossom Promise é OST da minissérie chinesa A Life Time Love, então ela meio que segue a cartilha de baladinha asiática no piano que quase toda OST asiática tem a obrigação de ser, mas o instrumental vai além disso e os elementos folclóricos que passeiam por toda a faixa enriquecem toda a produção, assim como a interpretação vocal da G.E.M que é, como sempre, maravilhosa. Provavelmente não é a melhor OST chinesa e nem chega perto das baladas que a própria G.E.M lança oficialmente na discografia, mas é uma faixa bonita, elegante e mística na sua execução.

Subin – Parasol

Outra OST, dessa vez para Idol Drama Operation Team, que é um caça-níquel idol com 300 integrantes de girlgroup no cast. Mais uma boa faixa na conta da Subin, apostando numa sonoridade mais pop do que ela costuma fazer com sua carreira solo, sem deixar de soar divertido e despretensioso. E é bom ver que Subin arranjou seus contatos para garantir umas OSTs espertas de vez em quando, se Dal Shabet não sobreviver as futuras discussões de contrato ela pelo menos não morre de fome.

Girls Next Door – Deep Blue Eyes

Esse é o grupo formado em Idol Drama Operation Team, com várias integrantes de vários girlgroups e Jeon Somi fazendo cameo no lineup. Convenhamos que o grupo tinha potencial para entregar uma música bem melhor, mas eu prefiro ficar com a parte positiva onde a faixa é boa demais para o nível normal de OST coreana, assim como Parasol. Ainda é um popzinho gostoso que se mantém no house ao invés de descambar completamente no Tropical (Foi quase), então ponto para a produção do carinha do B1A4, mas a faixa não é lá muito efetiva sozinha não, e não tem nenhuma fave nessa unit aí para me fazer dar mais chances a isso.

SKULL, Tiger JK – Here To Stay

Por vários momentos eu quis morrer com essa voz falhada do Skull pela música inteira meio que sabotando todas as chances de eu amar completamente essa Here To Stay, mas ela é boa por 2 razões: O reggaezão está muito bem produzido e com uma vibe incrível, me fazendo sair energizado depois de ouví-la, e é sempre bom ouvirmos a lenda do rap coreano Tiger JK humilhando seu rapper bias sem prometer, mesmo que seja numa rapida participação como nessa Here To Stay. No fim eu curti essa faixa, e com o tempo vou me acostumar com essa voz aí.

YOZOH – Let It Shine

Essa é uma boa para quem curte o Modern Times, pois Let It Shine é quase que uma bonus track do álbum da IU de tão bem encaixada que essa faixa ficaria no álbum. Também curti essa YOZOH cantando sem nenhum esforço e de um jeito onde a faixa se torna uma ouvida suave e refrescante. O MV poderia ser melhor elaborado, mas tudo bem, o orçamento que ela possuia deve ter ido na tintura desse cabelo mesmo.

AAA – No Way Back

Para encerrar, fiquem com uma das melhores faixas de verão que o AAA já entregou. No Way Back é MUITO BOA, divertida e pop puro, com uma coreografia agradável e um vídeo esteticamente bem bonito (Exceto pelo leão, avulso e desnecessário). E, no fim, a ausência de Chiaki Ito nem mudou muito a distribuição vocal do AAA, que continua parecendo uma boyband com Misako fazendo participação especial como único vocal feminino, de agora em diante. De qualquer forma, AAA ainda não deixou a peteca cair, ensinando para outros grupos mistos como é que se faz.

Anúncios

12 comments

  1. AFFF. Essa reformulação do E-girls fez que diminuíssem os frames de Sayaka. Não gostei disso não.
    E essa Shine forever de BTX realmente tá bem degustível. Mas mesmo assim prefiro Beautiful. Eles fazem tantos lançamentos que não duvido que surjam rumores de trabalho escravo futuramente.

    Liked by 1 person

  2. Pelo que vi, parece que esse possivel contrato na China eh so rumor. Espero que nao acabem com o grupo, mas se acabar pelo menos tao saindo por cima. Viu que elas ganharam um premio no Raul Gil depois de 5 anos? Queria que Eunjung, Boram e Soyeon tbm tivessem la, mereciam.
    http://www.asianjunkie.com/2017/06/20/t-ara-win-music-show-for-the-1st-time-in-over-5-years-in-bittersweet-moment/
    Pois eh, a Starship ta tirando dinheiro da fanbase como pode. Monsta X lancou album esse ano com 3 versoes diferentes e agora lancou repackage do mesmo (2 musicas novas) em 2 versoes. Nao achei Shine Forever ruim, mas eh fraca em comparacao as title tracks anteriores. Eles tem musicas no mesmo album que sao melhores e tem mais replay factor do que essa, OI e All I Do sao melhores, na minha opiniao. Alem disso, nao gosto desses MVs que tentam ser conceituais, mas que nao tem pe e nem cabeca. Prefiro os MVs tradicionais com Shownu fazendo aquela coreo interessante, Jooheon tentando ser badass e Wonho descamisado.
    Concordo com a ausencia de faves em Idol Drama, se tivesse Jiho, Joy e Wheein ao inves das companheiras de grupo eu poderia ate reconsiderar.

    Liked by 1 person

    1. Eu vi a minha timeline tendo vários orgasmos com esse prêmio, e por mais que The Show não seja lá indicativo de sucesso na Coreia (U-KISS tem um desses, né?!), é bom ver essa volta por cima do grupo depois de tudo que aconteceu com elas (Além de todas as atividades voltando para elas, como os variety shows e os papeis em dorama). Nunca que elas vão voltar ao auge se continuarem como grupo, mas vai ser legal vê-las ainda existindo (E com os farofões de volta, da próxima vez)

      Gostar

      1. De fato, receber esse premio nao quer dizer que elas vao recuperar o tempo/sucesso perdido, ate mesmo pq a essa altura a maioria dos girlgroups ja tao dando disband mesmo sem escandalo. Funciona mesmo como um consolo talvez e um reconhecimento por parte dos fans que continuaram acompanhando o T-ara nesses anos. Vi nos comentarios que os votos foram so na Coreia, o que soa ainda melhor.

        Gostar

  3. Cara, essa no NCT ta difícil viu!?
    Não é só um instrumental que faz meus ouvidos sangrarem, é uma letra ruim, figurino horrendo e coreografia estranhíssima. E por mais que eu seja da ideia de que gosto é igual cu, essa ai ta dificil de aceitar que alguém tenha gostado.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s