Mid Year 50: As preferidas da metade de 2017 [35~26]

Mais uma parte do Mid Year 50 no ar. Depois de uma primeira parte que chocou o mundo com as presenças precoces de Kim Lip e GFRIEND, além de Nine Muses sendo insultadíssimas ficando atrás do mais recente cover do 2NE1, agora é a vez de mais 10 faixas rodarem para fecharmos a 1ª metade dessa seleção. E essas músicas você confere AGORA!

Sem-Título-1.png

Hello Venus largou a pobreza e o intimismo das midtempos água com açúcar e no início do ano apostaram no sexy e style “Mysterious”. O pop é bem gostoso e descompromissado, do jeito que um girlgroup nugu faria com orçamento e a única pretensão de ser uma faixa grudenta com seus “Mysterious! (2x) So curious! (2x)” em um bom e velho K-pop. Funcionou para elas, funcionou comigo, todos saem felizes aqui.

Sem-Título-1.png

Cosmic Girls segue sua jornada de Title Tracks medianas (Sendo beeem bondoso) e sem muito impacto pra ninguém, com a impressão de ser um grupo que ganhou mais hype do que deveria com seus lançamentos. Mas no último álbum, pelo menos, ganhamos o hinão aegyo dance “Babyface”, onde você pode se sentir gostosa e poderosa enquanto faz carinha de bebê inocente para o crush.

Sem-Título-1.png

Representando o lado YO do maravilhoso álbum duplo da AI temos Welcome To My City, um maravilhoso urban jam onde AI nos leva para as favelas do Grajaú de Nova York como se fosse de casa. Incrível como AI combina com isso, e por mais que ela, Junior Reid e Eric Bellinger fiquem berrando pela música inteira, Welcome To My City é poderosa o bastante para permitir esse recurso sem perder a qualidade da mesma.

Sem-Título-1.png

Até boygroup japonês dando as caras nesse blog, tu tá feliz Namie Amuro? Se você não lançasse aquele troço esquecível que foi o último single e focasse nas farofas comemorativas de 25 anos de carreira talvez eu nem lembrasse que Da-iCE existisse. Mas ok, deixando os culpados de lado, Tonikaku HEY é a mais bela e pura FAROFA que um boygroup japonês que não faz parte da EXILE TRIBE pode nos servir, e como faz muito tempo que não escuto o que Atsushi e companhia vem lançando, Tonikaku HEY fez um ótimo trabalho de suplência.

Sem-Título-1

Mariya Nishiuchi começou na avex como uma jovem promessa para o mercado japonês. Após uns singles lançados, dentre alguns hits e flops, Mariya segue sendo uma jovem promessa para o mercado japa (Uma Ailee japonesa, só que sem power vocal e sem álbum de estúdio). Em Motion, Mariya resolveu arriscar como diva pop uma vez e, mesmo datadinho (Avex, né), funciona bem com as palmas, o ritmo acelerado e a aura mais sensual do lançamento todo. Agora faz que nem as outras e grava umas 3 faixas inéditas para lançar um álbum de uma vez, mulher.

Sem-Título-1.png

Johnny Gogo é o tipo de coisa que tenho certeza que vocês me julgarão eternamente por ter colocado na frente de coisas como Eclipse e Remember que já rodaram no corte anterior. Mas é aquela coisa né: Tô nem aí, G-reyish está fazendo as honras com essa bobagem trot pop de verão divertidíssima que Orange Caramel estaria lançando se ainda estivesse vivo (Provavelmente melhor e com um vídeo mais maravilhoso que esse troço low budget aí de cima, mas enfim, não temos mais OC entre nós, então vamos acostumando).

Sem-Título-1.png

lecca é uma artista de reggae e dancehall que faz ótimas faixas dos dois gêneros bem antes de virar tendência no mercado asiático. É uma pena que High Street não é o seu melhor trabalho, mas ainda rendeu a maravilha tradicional “Shinobu”, no qual a cantora se impõe com seu característico vocal de quem está com ovo na boca e aliou com elementos tradicionais da música nipônica com umas bases do dancehall. O resultado ficou muito bom, e fica ainda melhor a cada vez que ouço essa faixa.

Sem-Título-1.png

É interessante a mudança que IU adotou para sua carreira e o conforto que ela sente cantando músicas como “Palette”, e o quão real ela transmite isso mesmo pela pouca idade permitindo coisas mais comerciais e likeable na vida dela (Não que isso mudasse em algo na aceitação da Coreia com ela). IU está imbatível cantando apenas sobre como é legal ter 25 anos em cima de um instrumental doce e suave, fazendo com que “Palette” seja revigorante tanto para o ouvinte quanto para o experimentalismo da IU.

Sem-Título-1.png

Definitivamente as title tracks solo da Taeyeon não funcionaram comigo esse ano (Seja por não ter vontade de ouvir mais vezes ou só por ser ruim mesmo), mas o My Voice tem umas coisas interessantes que vão além do power vocal que a gente espera dela, como o house mais vibrante e colorido de Cover Up, já garantindo um passe para futuras colaborações com o Clean Bandit. Se eles fizeram Rockabye acontecer, Taeyeon teria grandes chances com eles também.

Sem-Título-1.png

Eu admiro e acho legal o vanguardismo que o WINNER sonoramente adotou para si dentro das farofas da YG, mas sendo honesto com vocês: A faixa mais memorável do WINNER é, ao mesmo tempo, a mais genérica do grupo. E como vocês podem ver pela 26ª posição nesse top, não temos nenhum problema com isso né?! Really Really é um tropical house que funciona em ser mais limpo de ouvir, e o mano repetindo Really Really com essa voz horrorosa acaba sendo um plus na faixa. Quando os @ lançarão algo desse nível, hein?

Agora metade do top já se foi. As 25 cotadas para jams de 2017 serão reveladas nesse fim de semana, com o 3º corte já rolando amanhã antes do Top 10 no domingo. Ainda tem muita farofa japonesa e coreana para curtirmos esse semestre, então fiquem ligados 😉

Anúncios

16 comments

  1. Se I’m Ill me fez notar a existencia de Hello Venus, Mysterious foi a musica que me fez parar para ouvir os lancamentos anteriores do grupo (ate as coisas aegyo). Sou grata tbm pq assim descobri quem eh Yooyoung.
    Pra quem nao tem paciencia pra Winner, fiquem com a versao melhor… digo, feminina da musica.

    Liked by 1 person

  2. Palette já está aqui, espero que Jam Jam esteja pelo menos no Top 10.
    Eu tenho um problema com imagens pequenininhas, aquela guria no primeiro círculo do lado do flamingo (acho que é um) é a Serri das DalShabetas?

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s