Mid Year 50: As preferidas da metade de 2017 [Top 10]

E chegamos as 10 melhores faixas do 1º semestre de 2017. As faixas que encabeçam a minha playlist desde seus lançamentos e fazem da minha vida um troço melhor. Quais serão as 6 faixas coreanas e 4 faixas japonesas cotadas para esse relevantíssimo Top 10? Você vê AGORA!

Sem-Título-1.png

Quem acompanha o blog sabe que o meu relacionamento com Tropical House é bem mais amistoso que o da maioria da fanbase atualmente. É tipo: Ouvi, achei agradável, esqueci 1 semana depois, sem raiva, sem caô, foi bom enquanto durou. A coisa que mais colou comigo no gênero foi, sem dúvidas, Blue Moon. A voz miada da Hyolyn além de combinar com o gênero ainda sustentou a música de forma natural (Algo que foi bastante criticado no debut da Chung Ha pela fanbase), e o rap do Changmo é tão não desnecessário que acaba funcionando. Tudo funciona, tudo tem seu replay factor, Julia pode ver o SISTAR no top 10 do blog, todo mundo sai ganhando.

Sem-Título-1.png

E o melhor lançamento indie do ano segue sendo de Subin, que há 5 meses vem fazendo minhas jornadas com as louças sujas em casa e os trabalhos cansativos da faculdade se tornarem um pouco mais prazerosas, que é o que toda música do tipo tem que fazer. Circle’s Dream tem toda uma aura simplista que vai desde a música e os elementos colocados de forma que não carregassem o instrumental todo até o MV baixa renda acima, e fazendo uma música intimista ser divertida, para variar um pouco o conceito de intimismo no K-pop.

Sem-Título-1

Que coisa, não. Se fosse qualquer boyband lançando isso eu estaria gritando QUE LIXO pelos quatro cantos e arrastando KKPP na lama, porém, não temos uma boyband aqui e sim a lenda viva do rap MiSO, massacrando todas as favoritas e entregando a melhor farofa badass do ano. Quando você pega uma demo horrorosa de boygroup e transforma em um hino swag para as festas de aniversário, você tem créditos o suficiente para entrar em qualquer top 10 meu (Aprende, HyunA).
Sem-Título-1.png

Podem me apedrejar a vontade, podem falar que eu estou louco, podem chorar ainda mais pelo #42 do Nine Muses, nada disso vai mudar o fato de que Morning Musume ’17 TROUXE A FAROFA APOCALÍPTICA QUE EU PRECISAVA NO INÍCIO DO ANO INCRIVELMENTE CHATO DO K-POP, onde CLC conseguia o fato de ser destaque com um cover do 4minute. Tirando AOA e Dreamcatcher ninguém deve nem lembrar de outros 5 girlgroups que voltaram na Coreia até março, mas Morning Musume segue vivo com a melhor farofa trash de 2017 (e de Momusu nos últimos anos).

Sem-Título-1.png

Eu não devia dar esse passe enorme para Uhm Jung Hwa por A) Ninguém na Coreia inventa de lançar uma maravilha dessas num fucking VINTE E SETE DE DEZEMBRO ao invés de qualquer bobagem comemorativa de ano novo, se autoboicotando do Top 5 de 2016 e B) Estou até hoje esperando a parte 2 do álbum com o feat. Lee Hyori sair do teaser. Mas toda vez que ouço Watch Me Move é como se todos os pecados que essa mulher cometeu estivessem perdoados e a vontade que tenho é de recriar a Vogue asiática no meu quarto. Agora se a parte 2 do The Cloud Dream of The Nine não sair esse ano não vai ter passe que te perdoe, mulher (Mentira, é capaz de sobreviver firme no top 10 em dezembro).

Sem-Título-1.png

Representando o lado WA do maravilhoso double disc da AI temos a ainda mais maravilhosa Wonderful World, onde AI mistura divinamente as referências folclóricas da música japonesa ao som distinto e característico da cantora. A faixa é extremamente pretensiosa ao fazer o ouvinte voltar para épocas passadas sem sair do século XXI, mas a diferença é que, aqui, Wonderful World (Assim como todo o WA) cumpre o que promete. Um belo retorno depois de 4 anos sem um álbum de inéditas.

Sem-Título-1.png

FAKY foi um dos poucos nomes no pop asiático a investir não só no Tropical House como no House em si, sem o tropical. “Investir” entre aspas pois Keep Out já existe há quase 2 anos naqueles teasers de retorno #revamped do grupo e algum estagiário da avex viu isso pegando poeira na gaveta de um dos managers e resolveu lembrar que a música existe (Quanto menos trabalho para montar um álbum, melhor para a avex). Mas Keep Out sobreviveu ao tempo, e o que já era ótimo em 2015 permaneceu ótimo em 2017, e FAKY segue sendo um dos melhores girlgroups “novos” do mercado japonês até aqui (Mesmo com o álbum vendendo menos que Natsume Mito).

Sem-Título-1.png

BoA parecia perdida nas mãos da SM e da avex com uma gravadora jogando a cantora pra outra enquanto ela flopava mais e mais, até que a SM resolveu dar um boi e jogar esse “Project” CAMO, que basicamente estraçalha qualquer outro “Project” que a SM tenha inventado em vida, com BoA ressuscitando para as farofas de 2010 com aquele upgrade profissional (E pedante) que as músicas de K-pop vem recebendo de 2014 pra cá. Isso aqui está maravilhoso, então é claro que tanto SM quanto cidadão coreano CAGARAM para isso aqui e resolveram dar suas fodas e sucesso para aquela porcaria de Lookie Lookie.

Sem-Título-1.png

A vibe oitentista na música pop foi uma das melhores que já passaram nos últimos tempos, com todo mundo que tentasse algo do tipo acertando com louvor (Indo de nugus como Dal Shabet, consolidadas como Wonder Girls e até ocidentais como Carly Rae Jepsen estavam sendo aclamadas no conceito), mesmo com ela estando morta atualmente. Então ver Kaji Hitomi ressuscitando isso em Cover Girl foi uma grata surpresa pra mim. Além disso, foi a melhor coisa que o Japão proporcionou na minha playlist, sobrevivendo lindamente a todas as faves que lançaram material depois dela e só não chegando ao meu #1 pois alguém conseguiu ser ainda mais ousada que as suas capas para o álbum.

Sem-Título-1.png

A essa altura da vida eu não devia me chocar com IU sexualizando suas músicas, já que tem um tempo que ela adora rir do seu título de irmã mais nova da nação cantando algumas sacanagens como se fosse uma adolescente viciada em deboche. Mas, olha, ainda foi inesperado ver ela cantando suas vontades de transar casualmente sem nenhum compromisso a mais como se estivesse cantando uma cantiga de ninar. É esse tipo de deboche que consagra artistas mundo afora, e o instrumental sendo um pop casando com a aura descompromissada da letra expande toda a experiência de Jam Jam a outro nível. Talvez não seja a melhor coisa da discografia da IU para o povão, mas é a melhor música que esse 1º semestre desovou.

No ano passado, Someone Like U sobreviveu o ano inteiro e acabou ficando como a melhor música de 2016. Será que em 2017 IU vai conseguir o mesmo feito ou o cotadíssimo BLACK vai cumprir com as previsões de vocês sobre meu biasismo por Lee Hyori e roubar a coroa? Isso só vai dar para saber no fim do ano mesmo, até lá, só fica a torcida desse 2º semestre de 2017 continuar favorável em seus lançamentos (Até Koda Kumi acertou com uma música de gíria hetero, isso é um bom sinal).

Anúncios

24 comments

  1. Claramente o Dougie foi a frente de seu tempo, e inventou o conceito de “TOP reverso” onde a ordem é decrescente, começando do mais icônico pro mais bom/mediano, mesmo que o número das colocação diga o contrário, pra confundir a mente dos menos hipsters!

    As verdadeiras vencedoras foram Girs Day com “Don’t be Shy”! parabéns!

    PS: zuera a parte, achei jam jam ótima, mas eu inverteria os três primeiros colocados, deixando BoA em primeiro, a que voltou dos mortos em terceiro e a IU em segundo!

    PS2: várias hinos nem sequer apareceram no top e eu entendo, mas sabotar Rollin é sacanagem!

    PS3: Parabéns por postar tudo bonitinho, seguido um do outro ❤

    Liked by 1 person

    1. Obrigado pelo PS3 ❤
      E não sei o que vocês viram em Rollin. Tá, tem as gurias sendo gostosas num chroma key questionável e isso meio que dá passe livre para ficar na frente de Remember, mas a música é bem esquecível até no meio das faixas esquecíveis que Brave Sound já lançou em vida

      Gostar

      1. Como assim??? os LÓLIN LÓLIN LÓLINNNN não saíram da minha cabeça até hoje, e a música e lá do começo do ano! a dança das cadeiras é maravilhosa, elas são lindas! a música é gostosinha…@_____@ cada um tem seu gosto né?

        Liked by 1 person

  2. Uhm Jung Hwa fez todas as avulsas passarem vergonha no final de 2016, mostrando como se faz um comeback!!!!!!!!!!!!!!! e ainda trouxe Lee Hyori junto, RAINHA é RAINHA!

    Gostar

  3. “nada disso vai mudar o fato de que Morning Musume ’17 TROUXE A FAROFA APOCALÍPTICA QUE EU PRECISAVA NO INÍCIO DO ANO INCRIVELMENTE CHATO DO K-POP, onde CLC conseguia o fato de ser destaque com um cover do 4minute. Tirando AOA e Dreamcatcher ninguém deve nem lembrar de outros 5 girlgroups que voltaram na Coreia até março”

    socorro Brand New Morning não é a melhor música de Morning Musume ESSE ANO, quiçá nos últimos anos. E vamos lá, CLC, Dreamcatcher, AOA, Red Velvet, nugudan, Melody Day, Lovelyz, GFRIEND, Brave Girls, LOONA, Girl’s Day, SIXBOMB e FAKY tiveram músicas melhores no primeiro trimestre, você está fora de si!! @_@

    Liked by 2 people

    1. Atacar Brand New Morning com aquele troço que Red Velvet desovou no início do ano, isso foi ofensivo para todas as 14 gerações de Momusu (Sim, já existe uma 14ª geração de Momusu com uma guria do Country Girls que está fazendo estágio por lá)

      Gostar

      1. Décima quarta geração

        @_____________________________________________________________________@

        Envelheci uns 84 anos! SOCORRO!!!!!!!!!!

        Gostar

      2. se você foi direto em cima de LOOKIE LOOKIE, quer dizer que o resto do argumento tá sólido e os outros grupos foram melhores que brand new morning? :V

        (e sim, estou ciente da 14° geração, agora estou aguardando afetuosamente Erina, Iikubo e Ishida serem coagidas a se graduar pro line-up do grupo dar uma desinflada. Haruka saindo é só a ponta do iceberg!!)

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s