“Where Are You?” tem uma ideia bem boa, mas é dispensável como quase tudo do CLC até aqui

Daí que CLC está de volta DE NOVO mudando seu conceito, dessa vez saindo de rampeiras sucessoras do 4minute para Synthpop 80’s, na melhor sonoridade que elas já tentaram usar até aqui. Todos sabemos que quem tenta sonoridade oitentista no K-pop automaticamente já é derrotado pelo REBOOT do Wonder Girls, mas isso não importa se a música for um hinão da porra, e infelizmente não é o caso de “Where Are You?”:

Antes desse comeback sair muita gente reclamou de como CLC vive mudando de conceito e é um grupo inconsistente e sem identidade (Muito mais por estarem viúvas de Hobgoblin do que pelo fato delas não terem imagem fixa mesmo), e a CUBE até teve que se explicar dizendo que “O conceito do CLC é mudarem de conceito” (Muito mais pela CUBE não saber o que fazer com CLC do que pela ideia de mudanças conceituais em si). Pessoalmente eu não vejo muito problema em querer mostrar a versatilidade do grupo viajando em diferentes conceitos, mesmo que isso não seja tão efetivo para “novatas” na indústria coreana, mas o problema do CLC é que elas parecem voltar todo semestre no K-pop e só agora que resolveram fazer uns troços memoráveis, como “Hobgoblin” (Que é boa de fato), e agora essa “Where Are You?”, que funciona mais pela ideia do que pela execução.

clc-concept-2.jpg

Eu gosto muito da ideia de trazer a sonoridade oitentista, e no K-pop isso funciona quase que sempre que alguém tenta coisa do tipo. Além disso, “Where Are You?” é aquela música de fim de festa nos filmes da Sessão da Tarde onde está todo mundo caído pelos cantos e só sobra o casal principal dançando a música romântica juntinho, que acho bem legal também. A ideia que a Cube teve foi ótima, e eles foram ousados em usar uma música do tipo como Title Track (Esse tipo de música geralmente não é forte para ser usado como material principal), mas quando eu ouço a música de fato é meio que… É. Tudo soa genérico e basicão demais na faixa e também no MV, onde tentaram fazer funcionar pela estética e minimalismo mas acabou que o vídeo todo está meio morto e muito chato de assistir. É tipo, qualquer um que tente lançar um projeto 80’s vai ter música parecida, mas não vai usar como faixa principal.

clc-freesm-1.jpg

CLC deve ser mais um dos 350 grupos de K-pop por aí que vão tentar, tentar e não passar da tentativa. O grupo é simplesmente esquecível em todos os pontos e agora que elas melhoraram o seu som parece ser tarde demais para elas acontecerem com essa nova geração de girlgroups vivendo seu auge. “Where Are You?” é algo que soa único e distinto dentro da indústria, mas não é como se alguém tivesse interesse em ver o que CLC lança no momento. No fim elas não tem nem mais aquele ar de novidade nem uma fanbase forte panfletando para tentar arranjar mais público, então vai ser aquilo: Enquanto a Cube ainda estiver interessada em lançar mini-álbuns pro grupo, elas estão no lucro.

Anúncios

8 comments

  1. Eu achei até engraçado a lamuria do fandon ocidental querendo outra versão daquela música lá, infelizmente eles não ligam muito pra estilos daquele jeito, e sim acabam voltando pro mais viável. Ou um aegyo, ou esses aí sem cor com uma pegada retrô que ninguém lembra.

    Liked by 1 person

      1. nossa, eu achava q as vendas de hobgoblin tinham sido mais expressivas do que os outros comebacks delas, uma pena, torcia para o clc acontecer mas vai q um dia elas viralizam com alguma fancam aí

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s